O Jugo Leve

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas, porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.” (Mateus, capítulo 11).

Moisés deixou para a humanidade a ideia de um Deus único. Jesus veio para mostrar o caminho do bem, exemplificando a moral e a lei de Deus. O Espírito da Verdade nos esclarece, em O Livro dos Espíritos, que todos os sofrimentos encontram sua consolação na fé e na confiança na justiça de Deus.

Jesus impõem uma condição para sua assistência: a observação da lei de Deus, o amor e a caridade. Emmanuel recomenda a prece, a forma de contato da criatura com o criador, feita sempre com o coração e não da boca para fora.

O Cristo tomou da lei antiga o que era eterno e divino e rejeitou o que era transitório, puramente disciplinar e de concepção humana. Acrescentou a informação da vida futura e das penas e recompensas que esperam o homem depois da morte.

Segundo o Dicionário Aurélio a palavra “jugo” significa opressão, submissão, domínio. Na época de Jesus os judeus viviam sob o “jugo de Roma” e, como o mestre falava por parábolas usou essa expressão para exemplificar, de forma mais clara, os seus ensinamentos.

Apenas em Jesus Cristo e em sua doutrina misericordiosa a Humanidade encontrará alívio para as suas dores. O mestre nos oferece colo amigo e fraterno. Todos passamos por dificuldades, mas precisamos praticar a nossa fé. Não adianta a frequência em um templo religioso, é necessário que façamos a reforma íntima.

Jesus nos deu o caminho, seu Evangelho que é o jugo leve, com a prática do amor e da caridade, o fardo é suave. Nos momentos de dificuldade saibamos buscar auxílio com a oração.

Os bons Espíritos nos dizem que não devemos ter ódio, ciúmes, ambição ou qualquer outra paixão que provoca infelicidade entre os homens. Apenas o amor, através da prática do bem, é capaz de nos levar para a suprema felicidade.

O jugo leve é a observação da lei divina trazida por Jesus. O mestre veio para os pecadores, aqueles ainda dominados pelo egoísmo e pela ilusão. Sofrer faz parte do processo de evolução moral em busca da harmonia e da paz. Chico Xavier dizia que a evolução se dá através da desidratação: o suor do trabalho ou as lágrimas do sofrimento. Segundo ele, o melhor não é chorar, então pratiquemos o amor.

Maria Aparecida Cunha Marques Picone
Palestra proferida em 04 de abril de 2019,
na Reunião Pública de Quinta-Feira,
da Instituição Beneficente “A Luz Divina”.

Comentar

Print your seu lugar